Château de Fonscolombe

No coração de Provence

\\ Texto Maria Amélia Pires
\\ Fotografia ©Château de Fonscolombe

Bem no coração da região francesa – Provence Alpes Côte d’Azur –, mais precisamente na Route de Saint-Canadet, 13610 Le Puy-Sainte-Réparade, nasceu, no passado mês de Junho, o novo hotel de cinco estrelas – Château de Fonscolombe. Com três séculos de história e repleto de belos lugares, o Château de Fonscolombe abriu as portas ao público, depois de 18 meses de construção e renovação. Preservaram o património, assegurando a elegância do mesmo. A beleza arquitetónica do monumento manteve-se. E até a alma majestosa do espaço se conservou. Eis, aqui, uma nova ‘arte de viver’. 

Em tempos, esta residência foi palco de grandes festividades, vivenciadas por algumas das figuras ilustres da época. O castelo, construído no século XVIII, pertenceu à família Marquis de Saporta e Fonscolombe. O Château de Fonscolombe também já acolheu a rainha da Inglaterra – aqui se hospedou e aqui plantou uma árvore cuja sombra, hoje, proporciona magníficos momentos de descanso.

Todo o projeto foi idealizado por Hélène Martel-Massignac, juntamente com a brilhante equipa de arquitetos e decoradores (Corrado de Giuli Morghen, um arquiteto conservacionista, e Arnaud Behzadi e Cathy Crinon da companhia Artefak). O Château incorpora o refinado século XVIII onde a ‘arte de viver’ é, inequivocamente, o cartão-de-visita. É uma linha de excelência, magia, sofisticação, onde os espaços amplos e verdes convidam a uma estadia demorada.

Fiel à sua história, o Château de Fonscolombe é o local ideal para umas férias, um fim de semana romântico ou, simplesmente, para celebrar momentos felizes da vida, pois a beleza e distinção do local fazem as honras da casa. Passear pelas terras, dar um mergulho no lago, desfrutar do sol, em dias de Verão, tomar um vinho no pátio, enquanto se lê um bom livro à sombra de uma árvore, são algumas das pequenas/grandes coisas que se podem experienciar enquanto hóspede.

Os 50 quartos foram projetados ao estilo de uma residência familiar. As salas de estar, vestidas a rigor com obras de arte chinesas e couros de Génova do século XVIII, dão um toque de glamour ao hotel. A nova decoração mantém a identidade do castelo intacta. Detentor de uma essência nobre, o hotel perpetua os seus traços históricos. Também a beleza da região de Provence está bem retratada em todas as áreas desta mansão, tanto nas paredes como na decoração. Esta é a combinação perfeita entre o chique e o rústico. Cada espaço foi pensado e personalizado ao pormenor, e algumas das obras e imagens antigas também enaltecem a decoração. 

De igual modo, os parques e os jardins atraem logo à chegada. As terras, espalhadas por mais de dez hectares de campo exuberante, dão as boas-vindas. As fontes, as esculturas, as lagoas e a vinha fazem deste cenário idílico um verdadeiro quadro paisagístico, onde o respirar do ar puro campino se torna um autêntico ex-libris. Também a piscina convida a ficar, bem como o parque Gaston de Saporta, que se tornou uma das florestas mais rica da região.

Na hora de saborear os paladares da terra, nada melhor do que uma paragem no restaurante L'Orangerie - um espaço moderno, que pode acomodar até 120 pessoas. A carta gourmet é uma opção. Combina uma cozinha burguesa ancestral com um toque criativo contemporâneo. Certo é que os pratos são caseiros – confecionados com produtos frescos e sazonais, sendo que alguns dos legumes são colhidos nos jardins do castelo. E, se assim desejarem, podem acompanhar a refeição com um magnífico vinho da propriedade – o vinho do Château remonta à época romana. As terras e o clima deixaram as suas marcas nas uvas, cuja tradição foi perpetuada, até certa altura, pela família Saporta, tornando-se num dos símbolos da região. Louis de Saporta criou o Roy René ‘Brotherhood of Cupbearers’. As vinhas da propriedade produzem três espécies de castas: as parcelas Merlot, Chardonnay e Cabernet Sauvignon. Todas elas são cultivadas sem produtos químicos, permitindo, assim, que os vinhos tintos, brancos e rosés beneficiem do rótulo ‘Organic Wine’.

Se, depois do almoço ou jantar, o momento for de total relaxamento, então uma visita ao piso térreo do castelo irá proporcionar autênticos prazeres da vida. O Spa convida a um momento hammam, a uma pausa na sala fitness com massagem, a um tratamento de beleza, e a muito mais. Aqui, deixar-se-á levar por um estado profundo de paz.

O Château de Fonscolombe é uma experiência. Viaje ao coração da região e desfrute dos prazeres da vida. Deixe que a brisa das manhãs ou as imagens dos pores-do-sol perpetuem as longas histórias de finais de tarde, sempre como se o amanhã tardasse em chegar. 

PARTILHAR O ARTIGO \\