La Réserve Paris Hotel and Spa

O prazer de cada instante

\\ Texto Maria Amélia Pires
\\ Fotografia Direitos Reservados

No coração palpitante da cidade luz, há um hotel instalado num elegante imóvel burguês do século XIX. Acolhedor e silencioso, recuado da mais bela avenida do mundo, o La Réserve Paris Hotel and Spa tem vista para o Grand Palais, a Torre Eiffel, o Panteão e o obelisco da Praça da Concórdia. À frente, uma cortina de árvores majestosamente verdes preserva a intimidade do lugar, como se fosse um eco dos bem próximos jardins do Elysée. Este é um lugar onde a excelência não tem medo da simplicidade, onde o luxo não significa necessariamente ostentação, mas antes a sensação de se estar em casa, certificada pela verdadeira art de vivre e pelo prazer de cada instante.

As 26 suítes e os 14 quartos do La Reserve Paris Hotel and Spa refletem a quintessência do chique parisiense do século XIX.

A localização exata é a 42 Avenue Gabriel, a dois passos dos Champs-Elysées e do Palais de L’Elysée: um dos endereços mais chiques e trendy da capital francesa.

Dotado do verdadeiro savoir-faire francês, este hotel foi decorado por Jacques Garcia, que mais uma vez concretizou o espírito de excelência e de autenticidade protagonizado pelo seu proprietário, monsieur Michel Reybier. À elegância, aprimorada por materiais nobres e preciosos, aliam-se os serviços personalizados, o cuidado esmerado, sempre com discrição.

Lá dentro, os imensos volumes são banhados pela luz tão clara da cidade. Aqui e ali, há belas lareiras em mármore, e em todos os lugares a felicidade inunda as grandes áreas. As 26 suítes e os 14 quartos do La Reserve Paris Hotel and Spa refletem a quintessência do chique parisiense do século XIX: paredes forradas a seda, cortinas de Damasco, tafetá, veludo, tecido com relevo, parquet de carvalho, peças de mobiliário antigas e únicas... As espaçosas áreas dos aposentos são transformadas consoante os desejos, graças a um tablet interativo que controla TV, temperatura, iluminação… e todos os desejos. Cada quarto e cada suíte têm um mordomo dedicado, sempre disponível, graças a um botão especial do tablet.

Fora das suítes e quartos, mas ainda resguardados do burburinho da capital, há uma biblioteca, uma piscina interior de 16 metros e um pátio interior verde. Para esquecer o tempo, o stress e a fadiga, há um lugar íntimo e protegido, onde se pode reencontrar a harmonia e a energia vital. Ao redor da piscina coberta, três cabines e um centro de fitness com instrutor ajudam a desconectar do ritmo diário. Para o corpo e para o rosto, os tratamentos são totalmente personalizados de acordo com as necessidades ou desejos, auxiliados pelos produtos cosméticos e farmacêuticos Nescens-Swiss, nascidos no Centro para a Prevenção do Envelhecimento e na Clínica Genolier, na Suíça.

Numa capital tão desafiadora a nível de gastronomia como Paris, La Réserve cumpre os requisitos com os seus dois restaurantes, ambos sob a direção de Jerome Banctel, Chef Executivo. Le Gabriel e La Pagode de Cos encarnam duas interpretações de uma única ideia de excelência. Com duas estrelas Michelin, Le Gabriel oferece uma experiência inesperada, reinterpretando os grandes clássicos da cozinha francesa, com laivos de inspiração japonesa. Já o La Pagode de Cos inspira-se nos clássicos da gastronomia de Bordéus. Dos aperitivos, às sobremesas, transportadas em deslumbrantes carrinhos de prata, há um desfile de surpresas deliciosas.

Para terminar a noite, o bar da La Réserve Paris oferece uma impressionante coleção de vinhos, que podem ser saboreados na biblioteca, se assim se entender. Todos os grandes clássicos da arte dos cocktails são à la carte, mas o barman pode improvisar uma receita personalizada, com os ingredientes escolhidos pelos hóspedes.

Na hora de subir aos aposentos, com a noite no horizonte, a cidade luz enche-se de muitas outras luzes. Da janela, os jardins do Elysée aos nossos pés e, mais à frente, as luzes aristocráticas do Grand Palais. Mais longe: sua majestade, a Torre Eiffel! Paris pertence-nos, assim como é nossa esta vontade de substituir o sono pelo sonho…

 

PARTILHAR O ARTIGO \\