\\ Texto Redação
\\ Fotografia Direitos Reservados

Mobilidade elétrica

Porsche entra na Formula E

No passado dia 10 de abril, a Fédération Internationale de l’Automobile (FIA) aceitou a inscrição da Porsche como construtor na Formula E, o que significa que a equipa de fábrica de Weissach pode continuar a perseguir o desenvolvimento do seu próprio sistema de propulsão elétrica, previsto para homologação em 2019.

Tal como no projeto Le Mans Prototype 919 Hybrid, Andreas Seidl será o responsável pelo desenvolvimento técnico e execução do programa. A Formula E vai fornecer o chassis e a bateria, mas todos os componentes do sistema de propulsão serão desenvolvidos pelos próprios participantes, permitindo à Porsche encontrar soluções à medida para tecnologias chave, como o motor elétrico, o inversor, o sistema de travagem brake-by-wire, a transmissão, o diferencial, o eixo de transmissão, o monocoque e os componentes da suspensão agregados ao eixo traseiro, assim como o sistema de refrigeração e a centralina. A eficiência energética do sistema de propulsão não só representa um papel decisivo na competição ao atrair muitos dos mais reputados construtores automóveis, como também é fulcral no desenvolvimento de automóveis elétricos para utilização em estrada. A entrada da Porsche na Formula E, em 2019, vai coincidir com o lançamento no mercado da versão de produção do concept Mission E. A Porsche vai investir mais de seis mil milhões de Euros na mobilidade elétrica até ao final de 2022.

PARTILHAR O ARTIGO \\