Sardinera House

Harmonioso Refúgio

\\ Texto Estela Ataíde
\\ Fotografia Mariela Apollonio 2014

Pureza ou serenidade? A dúvida instala-se ao procurar a palavra ideal, aquela que melhor traduza a essência desta residência no Mediterrâneo. Será a pureza, alusiva à predominância do branco em toda a casa, apenas pontuado pelas tonalidades de azul do céu e do mar? Ou será antes a serenidade, transmitida pelo cenário tranquilizante que envolve a Sardinera House e que se estende a todas as divisões?
Erigida no topo de uma colina em Jávea, Alicante, o novo projeto do gabinete espanhol Ramon Esteve foi concebido para tirar o máximo partido da sua localização, entre El Portixol e Cala Blanca. Simultaneamente recatada e recetiva ao exterior, a Sardinera House revela duas faces distintas, quase duas personalidades opostas: enquanto a fachada da entrada, hermética e opaca, é protegida por um sistema automático de persianas, que protege da exposição ao sol e limita a visão a partir da rua, o lado Este é muito mais permeável e transparente. Longe dos olhares alheios, a casa permite apenas a entrada dos elementos naturais, que se transformam nos componentes decorativos. Trespassando sem limites as amplas janelas e portas, as cores da natureza dialogam com o branco, a cor predominante do edifício.
Um pouco por toda a casa ? das áreas comuns no piso térreo, aos quartos no primeiro piso, passando pela piscina interior, ginásio e sauna na cave ?, os espaços e divisões são articulados com fluidez. É o que acontece, por exemplo, com as piscinas interior e exterior: situadas em níveis distintos, estão porém ligadas por uma janela longitudinal, através da qual a água da piscina exterior lança sombras sobre a piscina interior. Numa constante interação entre espaços e entre interior e exterior, a Sardinera House absorve o doce embalo das águas turquesa do Mediterrâneo, incitando a uma experiência contemplativa e de fusão com a natureza, uma experiência simultaneamente pura e serena.

PARTILHAR O ARTIGO \\