Madagáscar

As mais belas paisagens do mundo

\\ Texto Maria Amélia Pires
\\ Fotografia 1,2,4,5,6 - Constance Hotels and Resorts

Madagáscar é um elogio à diversidade. Situada no Índico, ao largo da costa de Moçambique, é a maior ilha da África, a quarta do mundo, onde as plantas e os animais seguiram uma evolução autónoma. A sua natureza é o resumo perfeito das mais belas paisagens do mundo. Em poucas horas passa-se de horizontes desérticos, às montanhas cobertas de florestas tropicais; de terraços de plantações de arroz, às extensas planícies de baobás e palmeiras; de maciços gigantes, às praias com recifes e água cristalina.

Mas os destinos que fazem os turistas suspirar ficam localizados na região de Masoala, na costa leste, na ilha de Nosy Be, no extremo norte do país, e na ilha Sainte-Marie.

Masoala tem um encanto especial por ser remota. Mistura praias desertas com florestas repletas de lémures, mangues, rios e montanhas. À beira mar, encontram-se apenas habitantes das aldeias que vivem de pesca, agricultura e comércio de baunilha, que, aliás, é considerada a melhor do mundo.

Nosy Be é uma ilha paradisíaca das inúmeras que rodeiam Madagáscar. É aqui, no meio de uma natureza exuberante e quase virgem, que se encontra o resort Constance Tsarabanjina, onde se pode ficar instalado em bungalows de luxo e se tem a oportunidade de fazer mergulho, ski aquático, ténis, vela, passeios de barco, pesca desportiva, etc.

A ilha de Sainte-Marie (Santa Maria, nome atribuído pelos navegadores portugueses, os primeiros europeus a lá chegarem no séc. XV) fica a nordeste da ilha principal e, para além das paisagens deslumbrantes, é talvez o local do país mais propício para a observação de baleias. É também nesta ilha que fica o Princesse Bora Lodge & Spa, um espaço elegante, sofisticado, com uma atmosfera acolhedora e com uma equipa que trabalha apaixonadamente para proporcionar momentos inesquecíveis.

Apesar da deslocação em Madagáscar exigir paciência ? mora mora (sem pressa, na língua malgaxe) ?, uma vez que as infraestruturas rodoviárias são precárias, o arrebatamento que cada paisagem provoca vale bem a pena.

PARTILHAR O ARTIGO \\