Il Gallo D'Oro

Ao sabor do Funchal

\\ Texto Andreia Filipa Ferreira
\\ Fotografia © PortoBay Hotels & Resorts

Delicadamente, as mãos de Benoît Sinthon decoram os pratos, compostos por legumes, frutas, ervas e flores aromáticas que, graças à cuidada e colorida apresentação, antevêem os sabores delicados dos menus do Il Gallo D?Oro, o restaurante gourmet do The Cliff Bay, no Funchal. Com a atenção de quem confecciona uma verdadeira obra de arte, o chef francês, à frente do Il Gallo D?Oro desde 2004, vai combinando produtos regionais da ilha da Madeira com ingredientes provenientes de outras regiões, eternizando, em cada toque, o requinte da cozinha mediterrânica e ibérica. Talvez seja esta visão exclusiva, dando primazia às iguarias da Península Ibérica, a razão para que, após poucos anos da chegada de Benoît Sinthon ao Il Gallo D?Oro, o restaurante tenha sido galardoado com a sua primeira estrela Michelin, a única atribuída na ilha e renovada anualmente desde então. Trazendo para os menus os sabores de cada estação, numa busca por aromas, formas e texturas surpreendentes e memoráveis, Benôit Sinthon e a sua equipa pretendem criar experiências através de pratos ricamente eclécticos. 

O Gallo D?Oro, de Benoît Sinthon, conquistou a sua primeira estrela Michelin em 2009. 

Com um apetitoso menu à la carte, as entradas inauguram uma refeição que é uma ode aos sentidos. Exotic Madeira, uma sugestão que inclui foie gras de pato e bolo de mel, ou Bola D?Oro by Benoît Sinthon, com tártaro de peixe e lulas da ilha, são os sabores iniciais. Nas sopas, Cappuccino de Espargos Verdes, composto por mini tártaro de espargos verdes, azeitonas pretas e queijo fresco do Santo da Serra, ou ainda Risotto Cremoso, com alcachofras, rúcula e avelãs na sua composição, são opções possíveis. Depois, o Peixe da Costa, o Carabineiro Português, com papa de milho e creme de agrião, o Filete de Vitela Premium, acompanhado por ervilhas, ou o Leitão com citrinos e batata-doce fazem as delícias do paladar. Quanto aos vinhos, servidos pelo experiente sommelier Sérgio Marques, a carta é variada ? e já várias vezes premiada -, apresentando uma lista com aproximadamente 300 referências. 

Com maior incidência nos vinhos portugueses, a garrafeira, que se encontra à entrada do restaurante e beneficia de um ambiente favorável à conservação do vinho, destaca os vinhos da Madeira e oferece uma diversidade dos mais conceituados champanhes e vinhos provenientes de Itália, França, Espanha, Nova Zelândia, Chile e Argentina. Para finalizar esta experiência gastronómica, num ambiente interior primorosamente decorado em tons pastel, terra e dourado, ou então com a Baía do Funchal ou o Atlântico como pano de fundo, no exterior, o chef pasteleiro Nuno Castro sugere sobremesas como Tentação de Chocolate, O Mundo do Morango ou O Ramo de Pinho Mágico, com cinco mini surpresas de Benoît Sinthon. 

Com uma carta de vinhos extensa, a garrafeira do Il Gallo D?Oro já foi várias vezes galardoada. 

PARTILHAR O ARTIGO \\