Bosch

Vida conectada

\\ Texto Maria Amélia Pires
\\ Fotografia © Bosch

Fundado em Estugarda em 1886 por Robert Bosch, o Grupo Bosch é hoje líder mundial no fornecimento de tecnologia e serviços, operando em quatro áreas de negócio: Soluções de Mobilidade, Tecnologia Industrial, Bens de Consumo e Tecnologia de Energia e Construção.

O Grupo Bosch é composto pela Robert Bosch GmbH e cerca de 440 subsidiárias e empresas regionais localizadas em 60 países, com cerca de 200 unidades fabris, no entanto, contabilizando os representantes de vendas e serviços, o Grupo está presente em 150 países.

A Bosch é representada em Portugal pela Bosch Termotecnologia, em Aveiro, a Bosch Car Multimedia Portugal, em Braga, e a Bosch Security Systems, em Ovar, que desenvolvem, respetivamente, soluções de água quente, multimédia automóvel e sistemas de comunicação e segurança, 90% dos quais exportados para mercados internacionais. Possui ainda uma empresa comercial e uma filial da BSH Electrodomésticos, situadas em Lisboa.

Sendo Portugal um parceiro estratégico para a Bosch, a empresa está a investir em inovação como estratégia de consolidação do negócio. Nos últimos anos, conseguiu trazer para Braga novos projetos de I&D, incluindo o desenvolvimento de software, não apenas para a divisão de Multimédia Automóvel, onde em Braga tem a principal fábrica do mundo, gerando mais de 55% das vendas da empresa no país, mas também para outras divisões. Para tal, e numa primeira fase, a Bosch fez uma parceria com a Universidade do Minho investindo, até 2015, 19 milhões de euros. A segunda fase, denominada Innovative Car HMI, prevê um investimento de 55 milhões de euros, o registo de 22 patentes até 2018 e a contratação de mais 90 novos engenheiros e 170 bolseiros da Universidade do Minho, profissionais altamente qualificados que trabalharão no desenvolvimento de soluções que vão moldar o futuro da mobilidade: realidade aumentada, condução autónoma, interface homem-máquina e flexibilidade produtiva e inteligente.

A divisão de Termotecnologia, em Aveiro, cujas vendas cresceram 7% em 2015, tem actuado em três segmentos ? sistemas de aquecimento em edifícios residenciais, aquecimento de água doméstica e sistemas de aquecimento e ar condicionado industriais e comerciais ?, tendo lançado recentemente diferentes produtos de nova geração: conectáveis e intuitivos. Ainda no decorrer deste ano, será inaugurado um novo Centro de I&D, um investimento de 25 milhões de euros.

Tendo as vendas crescido em Portugal 15% em 2015, ascendendo aos 933 milhões de euros, e tendo sido criados 250 novos postos de trabalho altamente qualificados, principalmente em I&D, pretendendo-se que atinja os 5000 colaboradores em 2018, o investimento do Grupo em Portugal para este ano é de 100 milhões de euros, prevendo-se que as vendas atinjam os mil milhões de euros. O objetivo será sempre facultar inovações para uma vida conectada, no sentido de melhorar a qualidade de vida das pessoas, fornecendo mundialmente «Tecnologia para a Vida».

PARTILHAR O ARTIGO \\