Troia Golf

Entre a natureza e de olhos postos no mar

\\ Texto Maria Cruz
\\ Fotografia Direitos Reservados

Ao longo da praia, e de olhos postos no mar, os 18 buracos, par 72, harmonizam inspirações e oferecem, aos grandes apreciadores do golfe, um cenário coberto de verdes paisagens e de algumas das mais belas marés, quando assim a meteorologia permite, e uma sensação de frescura vinda do mar. É, por muitos, considerado um dos melhores campos de golfe da Europa. E, de facto, não é apenas pelas magníficas vistas sobre o mar, ou pelo belíssimo resort que compõe parte dos 486 hectares de área, com uma vasta oferta de imobiliário, ou pelos hotéis, ou pela proximidade a Lisboa, a cerca de 60 quilómetros. É, acima de tudo, pela comodidade, pela presença de belas praias de areia branca, pelos serviços diferenciadores e por um campo de golfe mundialmente reconhecido – o Troia Golf Championship Course –, situado na Península de Tróia, entre a Reserva Natural do Estuário do Sado e o Parque Natural da Arrábida. É um dos destinos turísticos mais procurados pelos adeptos da modalidade. Este campo foi inaugurado em 1980, tendo sido desenhado pelo arquiteto de golfe norte-americano Robert Trent Jones Senior, e em 2011 entrou para o guia The Rolex World’s Top 1.000 Golf Courses. Já em 2016 foi considerado um dos 20 melhores resorts de golfe da Europa Continental, estando assim na nova lista Top 100 Golf Resorts in Continental Europe da Golf World. No Troia Golf existem dois buracos especiais: o buraco 3, um par 4, com uma paisagem entusiasmante sobre o mar, e o buraco 18, um par 5, com um dog-leg para a esquerda e um green elevado, preservado por três bunkers frontais. Mas há muito mais para se sentir, apreciar e usufruir. É só descobrir!

PARTILHAR O ARTIGO \\