Malmö

Compacta e encantadora

\\ Texto Maria Amélia Pires
\\ Fotografia Werner Nystrand

 

«Quem vem e atravessa o rio…» poderia ser uma forma de entrar em Malmö, se substituíssemos o rio pelo estreito de Öresund, e se viéssemos da populosa Copenhaga. Embora Malmö em tempos tenha sido uma cidade da Dinamarca, atualmente é sueca, ainda que os traços da antiga nacionalidade sejam visíveis na arquitetura. Entre Copenhaga e Malmö há uma ponte – com intrincadas soluções de engenharia – e cerca de 30 minutos de viagem, se se optar pelo comboio. Se, já próximo de Malmö, a luz se transformar em treva, será apenas a ponte a mergulhar nas águas em forma de túnel.

Malmö estende-se, compacta, bem perto da estação, sendo fácil percorrer todos os seus recantos. Apesar de ser a terceira maior cidade da Suécia, é relativamente pequena, mas encantadora, com as suas praças repletas de restaurantes e cafés, como a Praça Lilla Torg, que ostenta edifícios do século XVI. Também o porto, que passou por uma revitalização, dotando-o de lojas e restaurantes, fica a uma curta caminhada da Estação Central.

 


\\ Fotografia Martin Lindeborg

Construído pelos dinamarqueses em 1530, o Castelo Malmöhus já foi fortaleza, residência real, prisão e é atualmente um museu, ideal para descobrir a história da cidade. O Museu Marítimo e Tecnológico, o incrível edifício da Câmara Municipal, a magnífica Igreja de S. Pedro e o parque Slottstradgarden, enfeitado com antigos moinhos de vento, são de visita obrigatória. Na parte moderna de Malmö, encontra-se o Turning Torso, um arranha-céus futurista, o mais alto edifício da Escandinávia, projectado por Santiago Calatrava. Entre outras atividades, vale a pena ir a Kallbadhus, uma casa de sauna a lenha de onde se pode ter uma excelente vista do oceano.

Malmö é uma cidade em constante transformação, onde o histórico dialoga com o moderno. Mas, para onde quer que vá, o Turning Torso estará no horizonte, reinando sobre a cidade e sobre o mar que ao largo se avista ou se pressente.


\\ Fotografia Werner Nystrand

PARTILHAR O ARTIGO \\