\\ Texto Maria Amélia Pires
\\ Fotografia Direitos Reservados

the fight goes on - every day

Primeira exposição individual de Ngoi Salucombo

Tendo como intuito apresentar ao público sul-africano, através da fotografia e do cinema, diferentes perspetivas de Angola, a iniciativa Rencontres Avec L’Angola, que decorreu entre os dias 20 e 28 de fevereiro, na Alliance Française Du Cap, na Cidade do Cabo, África do Sul, teve a participação do fotógrafo angolano Ngoi Salucombo.

Formado em Design de Interiores, mas tendo direcionado a sua carreira para a publicidade (copywriter) e, depois, para a fotografia, Salucombo é apaixonado pelo movimento das cidades, mais concretamente pela tríade «pessoas, edifícios e hábitos». Nos últimos cinco anos, captou o movimento de diferentes cidades angolanas, como Namibe, Moxico, Huambo ou Luanda. Em 2013, produziu o documentário Angola Ano Zero (realizado por Ever Miranda), que arrecadou o Prémio Melhor Documentário, no Festival Internacional de Luanda – FIC, trabalho que também foi apresentado no festival de Cannes.

No Rencontres Avec L ́Angola, Ngoi Salucombo apresentou a sua primeira exposição individual denominada the fight goes on - every day..., que junta imagens registadas nos últimos quatro anos em diferentes zonas da cidade de Luanda. the fight goes on - every day... é  um  registo  sobre  pessoas  que  habitam  a  cidade, mas não  só,  conforme escreveu o escritor angolano Ondjaki, no texto de apresentação da exposição: «penso que é disto que trata este trabalho: olhando a água, a poeira, os prédios, as casas, os contrastes, há aqui uma voz fotográfica que faz questão de não esquecer as pessoas.».

No que ao cinema diz respeito, o evento apresentou os documentários Angola Ano Zero, realizado por Ever Miranda e produzido por Ngoi Salucombo, Independência, realizado por Mário Bastos, e I Love Kuduro, realizado por Mário e Pedro Patrocínio.

PARTILHAR O ARTIGO \\